11 setembro 2015

Câmara aprova cobrança de impostos para serviços como Netflix


 Na quinta-feira 10/09 a Câmara aprovou um texto-base do projeto que estabelece uma alíquota (percentual com que um tributo incide sobre o valor de algo tributado) mínima de 2% do ISS (Imposto Sobre Serviços) e impede aos muncípios de conceder isenção ou redução da base de cálculo do tributo. 

 Este texto se aplicará a novos setores que atualmente não são tributados. Assim serviços como Netflix e que oferecem disponibilização de áudio, vídeo, imagem e texto por meio da internet serão taxados. Livros, jornais e periódicos não são afetados.





Publicidade:


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...