31 dezembro 2017

Blockchain - explicação simples


O canal Savjee no Youtube, fez um excelente vídeo simplificado explicando como funciona uma cadeia de blocos, ou seja, a blockchain usada no bitcoin - se desejar saber mais sobre bitcoin e outras criptomoedas confira nossa série de artigos clicando aqui.

Abaixo você confere o vídeo, com legendas em português, ou se preferir confira nossa transcrição do áudio abaixo.



"Hoje em dia cadeias de blocos estão bastante populares. Mas o que é uma cadeia de blocos? Como ela funciona, quais problemas elas solucionam e como são usadas?

Como o nome indica, um blockchain é uma cadeia de blocos que contém informações. Esta técnica foi originalmente descrita em 1991 por um grupo de pesquisadores e foi originalmente destinada a carimbo de data digital de documentos para que não seja possível retroceder ou manipula-los. Quase como um tabelião.

No entanto ele quase não foi utilizado até que fosse adaptado por Satoshi Nakamoto em 2009 para criar a moeda digital criptográfica Bitcoin.

Uma cadeia de blocos é um livro razão distribuído que é completamente aberto a qualquer pessoa. Elas têm uma propriedade importante: uma vez que os dados foram gravados dentro de uma cadeia de blocos, torna-se difícil mudar isso. Então, como isso funciona?

Bem, vamos olhar mais de perto um bloco. Cada bloco contém alguns dados, o hash do bloco e o hash do bloco anterior. Os dados armazenados dentro de um bloco dependem do tipo de cadeia de blocos.

A cadeia de blocos do Bitcoin por exemplo armazena detalhes sobre uma transação, como o remetente, receptor e a quantidade de moedas. Um bloco também possui um hash. Você pode comparar um hash a uma impressão digital. Ele identifica um bloco e todo seu conteúdo e é sempre único, assim como uma impressão digital.

Uma vez que o bloco é criado,  seu hash será calculado. Mudar algo dentro do bloco fará com que o hash mude. Então, em outras palavras: hashes são muito úteis quando você quer detectar mudanças para bloquear.

Se a impressão digital de um bloco mudar, ele não é mais o mesmo bloco. O terceiro elemento dentro de cada bloco é o hash do bloco anterior. Isto cria efetivamente uma cadeia de blocos e é essa técnica que faz uma blockchain tão segura.

Vamos dar um exemplo. Temos aqui uma cadeia de 3 blocos. Como você pode ver, cada bloco tem um  hash e o hash do bloco anterior. Então, o bloco número 3 aponta para o bloco número 2 e o número 2 aponta para o número 1.

Agora o primeiro bloco possui um bit especial, ele não pode apontar para blocos anteriores porque é o primeiro. Vamos chamar este bloco de genesis. Agora, vamos dizer que você manipula o segundo bloco. Isso faz com que o hash do bloco também mude.

Por sua vez, isso fará com que o bloco 3 e todos os blocos seguintes sejam inválidos porque eles não armazenam um hash válido do bloco anterior. Então, mudar um único bloco tornará todos os blocos seguintes inválidos. Mas o uso de hashes não é suficiente para prevenir adulterações.

Os computadores nos dias de hoje são muito rápidos e podem calcular centenas de milhares de hashes por segundo. Você pode efetivamente manipular um bloco e recalcular todos os hashes dos blocos para tornar sua cadeia de blocos válida novamente. 

Então, para mitigar isto, a cadeia de blocos tem algo chamado prova de trabalho. É um mecanismo que desacelera a criação de novos blocos. No caso do Bitcoins: demora cerca de 10 minutos para calcular a prova de trabalho necessária e adicionar um novo bloco na cadeia.

Este mecanismo torna muito difícil a manipulação dos blocos, porque se você manipular 1 bloco, você precisará recalcular a prova de trabalho para todos os blocos seguintes. Portanto, a segurança de uma cadeia de blocos vem do uso criativo do hashing e do mecanismo da prova de trabalho. 

Mas há mais um modo que garante a segurança da cadeia de blocos e é por serem distribuídas. Em vez de usar uma central para gerenciar, as cadeias de blocos, usa-se uma rede ponto-a-ponto e qualquer pessoa pode participar.

Quando alguém se junta a esta rede, ele recebe uma cópia completa da cadeia de blocos. O nó pode usar isso para verificar se tudo ainda está em ordem.

Agora, vamos ver o que acontece quando alguém cria um novo bloco. Este novo bloco é enviado a todos na rede. Cada nó então verifica o bloco criado para certificar que não tenha sido adulterado. Se tudo der certo, cada nó adiciona este bloco à sua própria cadeia de blocos.

Todo nó nessa rede cria consenso. Eles concordam sobre quais blocos são válidos e quais não são. Os blocos que foram adulterados serão rejeitados por outros nós da rede. Então, para manipular com sucesso uma cadeia de blocos, você precisará manipular todos os blocos da cadeia, refazer a prova do trabalho para cada bloco e assumir o controle de mais de 50% da rede ponto-a-ponto. 

Só então o seu bloco adulterado será aceito por todos os outros. Isso é quase impossível de fazer. Cadeia de blocos também estão em constante evolução. Um dos desenvolvimentos mais recentes é a criação dos contratos inteligentes.

Estes contratos são programas simples armazenados na cadeia de blocos e podem ser usados para trocar moedas automaticamente com base em certas condições. 

A criação da tecnologia blockchain atingiu interesse de muitas pessoas. Logo, outros perceberam que a tecnologia poderia ser usada para outras coisas, como armazenar registros médicos, criar um tabelião digital ou mesmo cobrar impostos."

Então agora você sabe o que é uma blockchain, como ela funciona no nível básico e que problemas ela resolve - confira também como funciona a criptografia de chave pública clicando aqui.




~ Artigos recomendados para você:









Please Donate To Bitcoin Address: [[address]]





Donation of [[value]] BTC Received. Thank You.


[[error]]